Páginas

segunda-feira, 30 de abril de 2007

2ª experiência

Enquanto o manjericão (Ocimum basilicum) germinava e motivado pelo rápido crescimento das mostardas, adquiri ou ofereceram-me sementes de:
  • Endro (Anethum graveolens)
  • Alho Chinês (Garlic chives)
  • Segurelha anual (Satureja hortensis)
  • Salva (Salvia officinalis)
  • Manjerona (Origanum majorana)
  • Tomilho de Inverno (Thymus vulgaris)
  • Cebolinho (Allium schoenoprasum)
  • Tomilho serpilho (Thymus serpillum)
  • Tomilho-poêjo (Thymus pulegioides)
  • Pimenta cayena
  • Óregão (Origanum vulgare)
  • Pimento padrón (Capsicum frutenscens??)
  • Menta doce
  • Cominhos
Após uma semana de “estudo” em diversos livros e na Net (sites e blogs (agradeço a diversos bloggers que consultei e me entusiasmaram com as suas experiências)), já estava na posse dos conceitos básicos que permitiriam a sementeira com boas hipóteses de sucesso.

No fim de semana seguinte semeei. Aproveitei tudo o que pudesse servir de suporte para a germinação, tabuleiros, caixas, vasos baixos de grande diametro, mas não chegava, tive de comprar recipientes próprios para germinação. Deram-me uma estufa de plástico (tipo estante com 3 prateleiras, forrada a plástico e com fechos).

Coloquei todo o cuidado, preparei uma mistura de terra e areão, consoante as diferentes espécies e suas necessidades.

Decidi-me por um local abrigado e soalheiro e instalei a estufa.
Só me restava esperar que germinassem.

Descobri que a "agricultura" é um teste para quem sofre de impaciência e gosta de viver depressa. E é bastante relaxante.

Tabuleiro de germinação com cominhos.


Vasos de turfa com sementes de courgete.


Sementeira de cebolinho.



2 comentários:

Ver disse...

Boa!
Atenção com o sol... Antes da germinação não convém que os tabuleiros estejam ao sol, o importante é a humidade.

Ângulo Zero disse...

Obrigado Ver.
Agradeço mais sugestões.

...Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que acha deste blog?