Páginas

domingo, 25 de março de 2012

Primeira plantação da primavera

A minha primeira plantação da primavera, 3 pés de tomate Príncipe Negro, 3 pés de Tomate Grande Arco-Íris, 3 pés de Tomate Cor de Rosa Gigante e 1 pés de Tomate Chianti Rosa.

Usei uma cobertura vermelha de plástico micro-perfurado (red mulch) que permite uma maior absorção pela planta dos raios de longo comprimento de onda que ficam no intervalo entre o vermelho e o infra-vemelho e que intervêm no espectro de absorção da clorofila, promovendo plantas mais produtivas e saudáveis.
Habitualmente uso geotextil preto, desta vez resolvi experimentar o vermelho, tal como o preto ajudam a poupar água, a manter o solo a uma temperatura estável e ainda impedir o nascimento das ervas-daninhas.

Poupa-me muito tempo não ter ervas para arrancar e as plantas da família das solanáceas (tomate, pimento, beringela, etc.) gostam de estar com cobertura.

11 comentários:

Paixão da Horta disse...

Boa noite,

Belas imagens - muitos parabéns pela "empreitada"!
Apesar de existir a mais tempo que o meu, só agora é que descobri o seu blog.
Vou seguir com atenção a sua temporada "tomatina", pois acabo de ver que possui uma bela colecção, e além disso terei especial olho para duas espécies que já era para ter à mais tempo, mas que acabei sempre por adiar nos meus pedidos (troca de sementes online = França). Refiro-me ao Big Rainbow e Kentucky Beefsteak.
O segundo é cor de laranja e o primeiro multicolor (os meus preferidos).
Uma questão: É a sua primeira temporada de cultivo de tomates chamados "antigos" (eu tenho o hábito de lhes chamar exóticos...)?!?
Continuação de boa sementeira!
Saudações,
António

João Gomes disse...

Obrigado António

Realmente é a minha primeira temporada destes tomates antigos, mandei vir dos Estados Unidos e a coisa está a correr até muito bem.
Acho que ainda consigo arranjar-lhe 1 ou 2 sementes das 2 variedades que refere (tenho de ver o que tenho), se quiser semear ainda vai a tempo.
Estive a ver o seu blog e achei-o muito interessante.
Abraço

João

Paixão da Horta disse...

Viva João,

Agradeço a sua gentil oferta, mas esta temporada já está "completa" na programação. Além disso tenho previsto fazer enxertos em alguns tomateiros, mas estou tão atrasado (por culpa de ter adquirido uma turfa barata...sem mistura de fertilizante), com os tomateiros ainda nas primeiras duas folhas de nascença, e já com mais de um mês.
Enfim, é uma temporada que já vai aos solavancos...Espero pelo menos que termine positiva!
No entanto, e se depois você colher sementes (Agosto/Setembro) destas duas espécies que "promovi", terei todo o gosto em trocar sementes consigo, para a temporada 2013.
Ah!, mas se você estiver interessado ainda em cultivar esta temporada algumas das minhas espécies, eu poço-lhe oferecer algumas sementes! Qualquer coisa diga!

Também se precisar de alguma informação do cultivo, basta "apitar" - pois se souber terei todo o gosto em partilhar informação.

Saudações,
António

João Gomes disse...

Viva António
Pelo que percebi semeou em turfa, também fiz o mesmo com algumas variedades e com mau resultado, a turfa não resulta para germinação, as sementes até germinam bem, mas depois param o desenvolvimento, talvez devido à acidez da turfa, o que fiz para corrigir isso foi mudar as plantas que tinha em turfa para terra de germinação ainda só com os cotilédones e passado algum tempo voltam ao desenvolvimento normal. Para teste deixei manjericões na turfa e estão desde fevereiro com 1 cm de altura, nunca mais evoluíram.
Relativamente à sua gentil oferta, agradeço-lhe mas também já não consigo espaço para mais nada, tenho 32 variedades de tomateiros e mesmo a 2 ou 3 por variedade já é uma quantidade exagerada e o meu espaço também não é muito.
Mas para o ano aceito a sua oferta.
Tenho estado a beber informação no seu blog, mas depois ponho-lhe questões lá.
Abraço
João

Rui Esteves disse...

Boa tarde João,

Antes de mais gostaria de lhe dar os meus parabéns pelo blog e pelas espécies que cultiva e agora se me permite vou fazer um comentário ao António Pire! "Amigo fico contente por ver cada vez mais pessoas com curiosidade por espécies novas de tomates", por este andar vamos introduzir umas espécies novas em Portugal!

Um abraço

João Gomes disse...

Boa tarde Rui

Obrigado pelo seu comentário. Precisamos mesmo que cada vez mais pessoas preserve a biodiversidade e contribua para que não globalizem tudo.
Além disso ainda dá um gozo bestial cultivar estas variedades diferentes e antigas.
Abraço

João

Paixão da Horta disse...

Boa noite João,

Está aceite essa preposição de troca de sementes no final desta temporada! Terei muito gosto nisso.

Sobre a germinação: é verdade que fiz a sementeira em turfa, aliás, é assim que o faço desde 2008. Mas infelizmente, para poupar umas "coroas"...mudei de marca de turfa, e como se costuma dizer "o barato sai mais caro", pois foi o que aconteceu. Tomateiros nascidos à um mês e ainda só com as duas falsas folhas. Por este caminho só como tomates em Agosto...
Vou ver se sábado ganho coragem...e passar aquilo para terra do solo (mas ainda dentro de vasos), misturada com húmus.
E você tem toda a razão, pois dezena e meia a duas dezenas de tomateiros nascidos já morreram, derivado à acidez da turfa.
Custa-me um pouco "engolir" esta situação, pois nos outros anos (com uma turfa correcta) nada disto ocorreu - por isso este meu desalento.
Saudações,
António

Paixão da Horta disse...

Olá Rui, viva!

Eu também espero Rui, que os "horteiros" portugueses adiram a estas espécies antigas, as cultivem e preservem as suas sementes (se possível com protecção das espécies/sementes).
Para além de serem "exóticas" ou antigas, são muito apetitosas!
Foi nesse espírito que eu decidi partilhar sementes, sem esperar nada em troca, e do qual tu fostes o primeiro contemplado (inícios de 2010?).

Não tenhas dúvidas Rui que, mais cedo ou mais tarde haverá espécies novas e portuguesas, nascidas destas espécies antigas, mas já com características associadas ao clima e solo de Portugal!
O problema é que estarão sempre em mutação...a não ser que o horticultor a isole (cultivar só uma espécie durante meia dúzia de anos) para estabilizar a nova espécie. Depois de estabilizada, o horticultor poderá baptizar-la com o nome que bem entender.
Saudações,
António

João Gomes disse...

António
Que marca de turfa usa? Fiquei curioso!
Aqui em Coimbra só se encontra da Siro ou de outras marcas piores, no Algarve vi turfas do melhor que há (daquelas que os ingleses usam nos programas de jardinagem), mas trazer um saco de lá ocupa-me a bagageira quase toda, por isso habitualmente uso siro-germ que resulta com eficácia e é barata.

Paixão da Horta disse...

Boa noite João,

A turfa que usei este ano - substrato vegetal - é da marca (e passo a publicidade) S. Miguel.
A empresa que a distribui não tem site na internet; em todo o caso, o próximo post que farei no blog anexarei algumas imagens da embalagem/saco.
Nos outros anos também utilizei Siro, e por isso não houve estes problemas que agora tenho.
Para ver se ainda salvo a temporada...adquiri turfa de outra marca (Planeta Bio), e hoje andei a transplantar uma grande parte para esta nova turfa.
Verdade seja dita: eu adquiri a tal turfa S. Miguel que, para além de ser mais barata (3.50€ saco de 50L), também foi por se encontrar à venda aqui num estabelecimento perto de casa; caso contrário, bastava-me ir ao E.Leclec, que fica a 5 ou 6 vezes distante do referido anteriormente, para adquirir turfa de muito boa qualidade (8€ por 80L).
Saudações,

P.S. Eu confirmo as qualidades gustativas que você faz referência ao Chianti Rosa!
Infelizmente este ano não o cultivo.
Optei por "reactivar" o Marianna`s Peace.

João Gomes disse...

Bom dia António

Eu nunca uso a turfa para semear, acho que é boa para cultivar pimentos em vasos misturada com substrato (aumenta a acidez e o pimento gosta disso). A marca S. Miguel não conheço, mas uma coisa eu já aprendi com a experiência, não vale a pena pouparmos nesses materiais, apesar de às vezes fazer a mesma coisa.
Não tem nenhuma cooperativa agrícola aí ao pé de si? É onde as coisas são mais baratas, pelo menos aqui em Coimbra é assim.
Espero que o chianti rosa dê alguma coisa para que eu o possa provar.
Abraço

João

...Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que acha deste blog?