Páginas

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

O regador da minha Avó

 

Este regador tem pelo menos 40 anos, era da minha Avó e continua tão funcional como nesse tempo.
É de latão, já tem um pouco de ferrugem, mas gosto de o usar quando rego pontualmente algumas plantas, é um pouco mais pesado do que os de plástico, mas prefiro a sua cor cinzenta meia desmaiada em detrimento das cores mais gritantes dos regadores de agora. Acho que combina com a brita do chão e com a pedra amarelada dos muros e de certeza que se integra perfeitamente entre o verde das plantas, acho que este regador se liga à natureza com naturalidade.

"O regador é um dispositivo para espalhar direcionalmente a água (ou outros líquidos) sobre plantas, vasos e canteiros. Se encontra atualmente em crescente uso devido à preocupação global com o uso consciente da água.
É normalmente constituído por um corpo que acumula água e um crivo ou chuveiro que dispersa a água em gotas, ligado ao corpo por um bico cônico. Possui ainda alça para o manuseio.
É um equipamento de jardinagem atualmente adotado como objeto de decoração nostálgica pelo fato de ser feito artesanalmente na maioria das comunidades agrícolas nos séculos XIX e XX.
Simboliza também as atividades de diversos grupos ambientalistas no sentido de divulgar e fazer crescer um estilo de vida mais ligado à Natureza." (wikipedia)

 

Ou como disse Rita Apoena: 

O regador é só uma mentira de chuva que eu tenho de contar às flores todas as manhãs.

2 comentários:

BIA disse...

também por cá temos um igualzinho a esse....sem a peça que faz chuva de mentirinha...

velhinho, mas muito estimado, o nosso tem mais de 50 anos!


BIA

João Gomes disse...

Pois, o meu também não tem a peça de fazer chuva, tenho de ver se arranjo uma, ehehe....

...Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

O que acha deste blog?